(Fonte: braziliangirlz)


(Fonte: paznativa)

Drástica maldade humana.

 Foi vasto, foi rápido, foi inexplicável quando ela chegou, falou comigo como ninguém nunca tinha falado antes, mesma idéias, mesmo gosto musical, porra ela curtia 3030. Entrei em um momento de transe não sabia se era um sonho ou se aquilo realmente estava acontecendo.
Eu olhava pra foto dela como se admirasse uma obra divina, um Portinari, um Picasso, um Da Vinci. Conforme a gente ia conversando e desenvolvendo ideias juntos eu criava um universo onde só existia eu e ela. 
Tudo parecia ser tão obvio, tão fácil se não fosse a maldade do mundo! Cruel, terrível e dolorosa. Maldita maldade que fez com que meus planos desmoronassem pois na mente dela parecia que eu era apenas mais um cara afim de se dar bem, sexo eu diria.
Talvez esse foi o seu pior erro mas eu não julgo-á por isso, pois também não acreditava mais nesse lance de amor e também degustei da mesma maldade, mundo infiel.
Hoje em dia ainda carrego a vontade de proporcionar momentos bons a ela, e convivo com a esperança de que um dia ela acorde e veja que se ela atravessar esse rio de maldade do outro lado terá um vale cheio de amor, cheio do meu amor!